sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Sessão da Câmara em 29 de janeiro

A Sessão inauguração do ano legislativa de 2010 contou com a presença dos vereadores Felipe Maia, Jeronimo, Marcos Nunes, Segundo, Cadá e Antônio Carlos e faltaram o vereadores Vicente Braga, Lacerda Filho e Erica Costa.

Depois da ordem do dia, na Tribuna Popular, o cidadão Cristionildo reclamou do trânsito de Icapuí, principalmente na comunidade de Mutamba e Cajuais, o morador de Peroba Flávio relata e pede providencias sobre o lixo na praia de Peroba e a questão do Lixo foi abordado pelo Raimundo na Praia de Manibú.

No grande expediente, o vereador Cadá-PSDB em seu pronunciamento criticou as inaugurações feitas na Semana do Município, ele lembrou que na época da Gestão de Dedé Teixeira condizente a inauguração do Hospital Municipal, que foi inaugurado ainda sem está terminado e que foi altamente criticado pelo atual prefeito Irmão Edilson e que ele está fazendo o mesmo com as inaugurações da estrada de Ponta Grossa, que ainda falta as sinalizações e o Ginásio Municipal José do Carmo Rebouças, que os atletas não podem utilizar. O vereador também relembrou que existem barcos pescando lagosta no paradeiro.

O vereador Marcos Nunes-PCdoB questionou quem seria o deputado federal do Prefeito Irmão Edilson e se é mesmo o deputado Federal do PT, José Airton, e criticou a intenção do prefeito em dizer que é obrigação dos vereadores em trazer obras para o município. Ele ainda disse que conseguiu uma emenda com deputado do PCdoB e que a emenda não foi efetivada por falta do envio do projeto por parte da Prefeitura para que a obra poderia ser construída. Tratou também que o município necessita urgentemente de lideranças políticas novas.

O vereador Jerônimo-PT relatou o indice de violência na Serra de Cajuais, em que a população sobre sobre com pequenos furtos e alguns assaltos. Falou também da falta de um programa de moradias nesses quase seis anos, exemplificando o problema da Barrinha.

A sessão terminou as 11 e 40h.


Um comentário:

Junior disse...

Mais uma vez a nossa cidade perde verba por irresponsabilidade da administração, mas não é de se espantar, até porque irresponsabilidades nessa gestão é que não falta.