quarta-feira, 26 de maio de 2010

Sindicato dos Servidores de Icapuí esclarece sobre ações realizadas

O Sindicato do Servidores Públicos Municipais de Icapuí - SINDSERPUMI, enviou Nota de Esclarecimento ao blog "acidadeicapui", a respeito da matéria que publicamos hoje. Reproduzimos abaixo o texto na íntegra:


ESCLARECIMENTO AO BLOG ACIDADEICAPUI

O Sindicato dos Servidores tem tido muito cuidado ao tratar essa questão de divisão dos servidores (professores e demais servidores), pois entende que essa é uma teoria implementada pelo patrão – como é o caso da prefeitura, que já há alguns anos insiste em desqualificar a luta do sindicato e desagregar a categoria. É bem verdade que a educação tem tido sim (principalmente os professores) algumas conquistas graça a uma maior disponibilização para as lutas destes profissionais como também em alguns momentos pela performance da lei Fundef/Fundeb.

Mas as demais categorias não têm muito que reclamar, visto que o sindicato tem procurado contemplar de todas as formas esses servidores, o que de fato existe é uma certa acomodação desses servidores em função de uma série de fatores, como por exemplo o desvio de função de muitos, gratificações e a própria falta de interesse de participação dos mesmos. Mas o sindicato tem avançado na medida do possível no que diz respeito a essas categorias, podemos citar: o piso salarial acima do mínimo nacional para os servidores de nível elementar conseguido em 2003; a insalubridade dos agentes de endemias e do pessoal do saneamento; a melhoria dos vencimentos dos motoristas e agentes de endemias na campanha salarial 2009. Foram algumas das conquistas coletivas que se deram através do sindicato, além disso, existem duas ações no fórum de Icapuí referente ao GAP do pessoal da saúde e o sindicato já tem uma assessoria contratada que está construindo o PCCR dessas categorias. Logicamente que não estão inseridas aqui as conquistas individuais, pois entendo que estas não cabem ser colocadas.

Nos últimos cinco anos, os servidores de nível elementar que ganham o menor piso municipal e os professores tiveram reajuste praticamente iguais, mas isso se deu muito mais em função da aprovação da lei do piso nacional dos professores. Existe sim algumas categorias que são vitimas de uma política perversa implementada pelo governo atual, que impôs reajuste diferenciados para esses servidores de nível técnico, dando mais para quem ganha menos e menos para quem ganha mais, levando quase que a totalidade das categorias a ganharem o menor piso municipal.

O sindicato é contra essa política diferenciada, pois entende que o servidor deve ser valorizado pela sua qualificação, por isso que em todas as oportunidades que tem conseguido negociar com alguém da gestão municipal, tem colocado seu posicionamento a respeito dessa questão. No atual momento estamos tentando mais uma vez rever essa questão, o líder do governo na Câmara prometeu olhar com carinho essa reivindicação do sindicato para a campanha salarial 2010. Mas isso não depende só da reivindicação do sindicato, depende também do engajamento na luta desses servidores e, principalmente, da grande parte prejudicada que não aparece nas mobilizações, nas assembléias para fortalecer o movimento, preferem fazer o jogo do “analfabeto político”, dizendo que o sindicato não é de todos. Mas, quem é o sindicato? É a direção ou todos servidores?

Tenho visto sim, alguns companheiros servidores que fazem esse tipo de colocação, é essa mentalidade política que muitas vezes entrava o processo de construção de melhoria para esses servidores. O sindicato para ter força, precisa do apoio e da participação de todos. Para nos servidores, essa discussão de divisão de professores e não professor não nos interessa, pois ela é igual a outras lógicas que se implantou no município de Icapuí e que só tem prejudicado a população. O sindicato é dos servidores! Todos os servidores que queiram se engajar na luta pelos seus direitos, pela sua valorização e pelo um serviço público de qualidade, essas são as bandeiras do SINDSERPUMI para todos os servidores sem exceção, inclusive àqueles que não são sindicalizados, pois estes também usufruem de todas as conquistas dos demais.

Celestino Cavalcante
Presidente do SINDSERPUMI

4 comentários:

Claudi Mar disse...

Caro Celestino

Quero antes parabenizá-lo pelo excelente esclarecimento e que o trabalho do Sindicato dos Servidores, as lutas, os desafios e as conquistas devem ser aplaudidas.

Fiz a matéria sobre o "descontentamento" de alguns servidores sindicalizados e não sindicalizados, com base nos "desabafos" que escutamos seguidamente no Setor de Pessoal (que é quase um consultório). A verdade é que muitos desejariam obter certos benefícios apenas sentados, esperando cair do céu.

Então, meu texto de certa forma, tinha o propósito de incitar uma resposta do Sindicato, e acho que deu certo.

Muito bom!
Abços!

francisco celestino cavalcante disse...

Caro Claudimar, o Sindicato e uma das poucas instituições, ou talvez a única que se manteve com propósito definido sem se curvar aos propósitos dos "poderosos" nos seus 16 anos de existência, logicamente que agente enquanto o dirigente maior da instituição tem uma metodologia que não quer dizer que seja a correta pode ate alguém entender que não, mas o nosso propósito e ter uma instituição forte e capaz de atender os anseios dos servidores coragem para isso eu tenho mais precisamos do apoio deste para que este sindicato possa ter força para fazer a luta das categorias, pois não existe sindicato forte sem servidor organizado.
Valeu!

Carlinhos disse...

Parabéns pela iniciativa!
Acredito que não podemos ficar apenas nesse tipo de provocar o debate, o que considero válido, é claro.
Não vou tecer maiores comentários até porque já o fiz em outro post.
É hora de trazer o debate para o centro da RODA, faze-la VIVA.

Prof. Mauro disse...

Acho que essa discussão era para ter sido posta em prática mais cedo, pois sempre vi o Sindicato como uma enttidade que ao longo desses anos lutou por todas as categorias. Pena que essas muitas vezes só cobrem. No que diz respeito ao salário é notório que o professor apesar de não ganhar o que merece tem um salário superior ao dos demais, mas nas lutas encampadas se observarmos, são eles que estão lá. E por isso que me pergunto: E onde estão os outros servidores(categorias)? Só existem professores nos quadros funcionais de nosso município?