terça-feira, 27 de julho de 2010

Artigo: "Ao mestre, com respeito e saudade!"

Desde cedo aprendi a ver o Prof. Gabriel como uma referência das primeiras iniciativas de educação no âmbito municipal. Muito agregada a essa referência, aprendi a reconhecê-lo ao lado de outras lideranças locais como ícone da emancipação de Icapuí e como personagem marcante nos primeiros passos dessa cidade. Guardo essa aprendizagem como se guarda as aprendizagens mais significativas da escola. Aliás, penso que ele, como professor, tinha clareza que somente aprendemos mesmo aquilo que é significativo para nossas vidas.

Tão significativa sua presença na vida desse município e na sua história que numa iniciativa feliz teve, ainda em vida, seu nome marcando o nome da escola estadual de nossa rede de ensino, que até bem pouco tempo, foi a maior escola da cidade. Uma atitude que acredito deve ter trazido muita satisfação ao Prof. Gabriel. Nestes termos, é necessário dizer que, mediante tantas figuras importantes em Icapuí, cujo falecimento trouxe consternações à população, é urgente à municipalidade reverenciar o mestre que nos deixa, e não somente apenas sentir-se consternado. Que sua permanência em nossa história não seja somente como professor – profissão por vezes tão desprestigiada – mas como símbolo de uma história da qual nós todos fazemos parte e continuamos.

A memória do Prof. Gabriel, sua simplicidade e sua delicadeza, para além de toda sua competência humana e profissional, junta-se ao significado que ele como liderança e educador construiu e marcou nesse município. Muito mais que o reconhecimento público, a firmação de atitudes de instalação do respeito à “reverência histórica” a esse personagem de nosso torrão natal é algo imprescindível. E isso deve ser feito de muitas formas, cada um no seu âmbito e no limite de sua relação. Mas que esta pessoa tão respeitada permaneça muito viva na história de Icapuí. E que nossos filhos de hoje, por meio de nossos atuais professores, não esqueçam a presença significativa de um dos nossos primeiros professores.

4 comentários:

ClaudiMar Silva disse...

Amigo Clotenir,

Sem dúvida uma grande perda para o município. Seu Gabriel sempre foi uma referência para nós que fomos alunos da escola que leva o seu nome, numa homenagem mais do que justa, e também exemplo de dedicação à proliferação do conhecimento.

Parabéns pela sensibilidade posta no texto. Brilhante!!!

Corpo meu, minha morada! disse...

Os grandes mestres se eternizam em nossa memória!
Um abraço fraterno a família.

Clotenir, parabéns pelo texto!

Laís

Marquinhos disse...

Com certeza o Prof. Gabriel vai deixa muitas saudades, ele que representava a dignidade e o respeito. Por isso somos muito grato pela contribuição prestada ao nosso municipio.

leonardao disse...

Nao tive a honra de ver seu Gabriel em sala de aula, porém ouvia falar que tantas figuras ilustres e aquelas nao ilustres de Icapui passaram pelas suas mãos como educador. Era um período dificil. Imagino um professor numa sasla de aula, hoje multi seriada, dando aulas a uma penca de alunos. Façanha que certamente só ele sabia fazer.
Sr. Gabriel era um excelemte amigo e trabalhamos juntos, passamos muitos momentos alegres e tristes juntos no trabaho. DEUS o chamou para a Glória e ele partiu deixando saudades daqueles que gostavam dle, um homem de uma simpatia sem igual.
Vou sentir saudades do Sr. Gabriel Eipânio, e para a familia o meu abraço fraterno e de pesar.

Leonardo - Acopiara