segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Orçamento Participativo de Icapuí é lembrado em matéria do Jornal Diario do Nordeste

O jornal Diário do Nordeste de ontem (29/08) tratou sobre a questão das demandas eleitas pela população de Fortaleza no Orçamento Participativo desde 2005, que afirma que de 1.491 demandas eleitas como prioritárias para a Fortaleza, 1.094 foram concluídas, ou seja, 73,3% do total.

Veja a matéria completa clicando AQUI.

No final da reportagem, é colhida uma opinião de Verônica Campos Sales.  especialista em Orçamento Participativo. Ela cita Icapuí como exemplo de implantação desse tipo de gestão participativa no Brasil. Veja abaixo o texto:


Opinião do especialista

Instrumento de planejamento e democracia

Há registros que informam sobre experiências de gestão participativa no âmbito local, como foi o caso de Lages, Vila Velha, dentre outras, a partir dos anos 70 e 80 do século passado. No entanto, com o formato considerado hoje como Orçamento Participativo, ou seja, como este importante instrumento de planejamento público e de democratização dos processos de tomada de decisão governamentais, registros acadêmicos consideram que o OP se desenvolveu no Brasil no final de 1980. Considerado por gestores públicos, especialistas, pesquisadores e dirigentes de movimentos sociais como uma prática inovadora de gestão democrática, o OP rompeu com as ações tradicionais de elaboração dos orçamentos públicos ao incluir os moradores nos processos de decisão e planejamento, até então inacessíveis aos cidadãos. Porto Alegre (RS) é o expoente máximo, mas cidades como Santo André (SP), Ipatinga, Timóteo e João Molevade (MG) e Icapuí (CE) também implantam esse modelo de gestão. Assim, o OP vem sendo implantado e aperfeiçoado em cidades brasileiras e inspirando outras no mundo a adotar esse modelo de gestão. Segundo especialistas, tem mais de 1000 experiências de OP no mundo, 300 destas no Brasil.

Verônica Campos Sales
Coord. da Rede Brasileira de OP

Fonte: Diário do Nordeste

Um comentário:

icapuiestigmatizado disse...

O EXTINTO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO, POIS ESSA EXTINÇÃO ABRIU MAIS PORTAS PARA A CORRUPÇÃO ORÇAMENTÁRIA. POBRES PRAIANOS ICAPUIENCES! QUE DE UMA HISTÓRIA, SE TRANSFORMOU EM CONFLITOS POLITICOS COMO UMA GUERRA DE TRÓIA.