domingo, 26 de setembro de 2010

Pequenos barcos em um mar imenso


Pequenos barcos em um mar imenso (foto: ClaudiMar)
Enquanto os "barcos grandes" balançam tristes no mar agitado pela "guerra da lagosta" na praia de Redonda, crianças promovem uma inusitada corrida de "barcos pequeno" bem ali, no mesmo mar que é palco de conflitos constantes envolvendo pescadores de Icapuí. O encontro acontece durante os finais de semana e as disputas pelo barco mais rápido agita as crianças, despertando a curiosidade de quem assiste a tudo encantado pela beleza da praia e pela simplicidade de uma "mini-regata",  que trás em si a importância de preservar a cultura e a arte da pesca artesanal. 

Foto: ClaudiMar

Os barquinhos são réplicas feitas por eles mesmos e impressionam pela riqueza de detalhes, que os deixam muito parecidos com os barcos de tamanho real. As crianças invadem o mar de manhã cedo e aos poucos vão colorindo as águas azuis e tranquilas, deixando o mar da praia de Redonda ainda mais imenso.

Mais um encanto da praia de Redonda!

Por: ClaudiMar Silva

4 comentários:

Corpo meu, minha morada! disse...

Que texto lindo Klaudimar!
Não existe dúvidas, você tem que fazer jornalismo. (risos)

Laís

ClaudiMar Silva disse...

Obg minha linda praiana!!!

Vc, como filha desta terra, sabes bem que é impossível olhar o mar e não se sentir um pouco poeta....!

Abraços!

Emilio Konrath - Catamaram Mås disse...

Me desculpe Claudimar, mas poesia não se sente. Poesia se carrega nas veias, e você está abarrotado com este sangue.
Parabéns por seu olhar poético, social e racional.

ClaudiMar Silva disse...

Obrigado Emilio,

Suas palavras me encheram de satisfação.

Esse olhar poético é uma forma de suavizar os "fardos" que carregamos no dia-a-dia.

Abço!