segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Blog questiona paralisação da obra do Posto de Saude de Peixe Gordo

Posto de Saude antigo e a construção do novo em Peixe Gordo
Foto: Adolfo Maia
O Blog Peixe Gordo News questiona sobre a construção do novo posto de saúde da Comunidade de Peixe Gordo em Icapui. A obra já está com recursos liberados, no entanto está paralisada  há de um ano. Abaixo o texto extraído do blog PGNews:  

Aonde foi parar o dinheiro dessa obra?

O Posto de Saúde de Peixe-Gordo passa por um processo de esquecimento por partes dos governantes responsáveis pela saúde do município. A obra teve início aproximadamente há 1 ano e meio e nada de finalização. Passa-se o tempo e vimos com tristeza apenas o alicerce e algumas paredes levantadas. É uma pena, tanto dinheiro sendo gasto com coisas inútil e a saúde do município indo de "água a baixo".

Só lembrando que o posto teve a sua estrutura ameaçada após a passagem da CE-040. Onde a mesma passa ao lado do prédio e com isso a unidade de saúde foi indenizada justamente por ficar muito próximo da pista, além do mais, a estrutura já apresentava sinais de abandono.

Em virtudes desse problema só nos resta esperar que os responsáveis resolva essa questão para que a população dessa comunidade e demais vizinhanças possam ter ao menos um atendimento a um clínico geral, já que especialistas na área, nem pensar. Não é isso autoridades competentes?

Fonte: Blog Peixe Gordo News

Um comentário:

Tiago disse...

Uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou também chamado de Centro de Saúde da Família (CSF)possui a capacidade, e os recursos, para manter 4 a 5 Equipes de Saúde da Família (ESF), por conseguinte, pode atender uma população de 3.200 a 4.000 pessoas. De fato, Icapuí necessita de um número maior de postos de saúde, como são popularmente conhecidos, não pequenas unidades de atendimento emergencistas, como as mesmas funcionam. A Saúde, hoje, é tratada como uma forma de bom-ótimo estado biológico, psicológico e social, tendendo que os CSF's tenham uma modernização do ponto de vista técnico e prático, sendo deixado para trás a Medicina mecânica, empregando-se, portanto, o modo de prevenção e promoção da Saúde. Espero que Icapuí possua gestores em sua Saúde que a faça inteligente em vez de ultrapassada.