segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Diário do Nordeste: Icapuí reforça policiamento

4/10/2010
Pescadores da Praia da Redonda usavam camiseta contra apreensão de barcos e alusão a um candidato

Icapuí. O processo eleitoral começou tenso nesta cidade, com a presença ostensiva de policiais militares, do Ronda do Quarteirão, do Cotam e do Batalhão de Choque. Equipes de Fortaleza foram solicitadas para ajudar na fiscalização durante todo o dia de eleição. Além dos policiais, a Juíza Valdenísia de Sousa Bernardo também foi direcionada para a cidade.

A preocupação da Justiça Eleitoral era com uma possível reação dos pescadores artesanais. Há duas semanas, quando a Polícia Federal determinou a apreensão de dois barcos da Associação dos Moradores da Redonda, eles prometeram não votar e fazer uma manifestação.

"Desde ontem (sábado), foi noticiado na cidade que alguns pescadores insatisfeitos iriam aproveitar o dia de hoje (ontem) para protestar e na dúvida foi solicitado um reforço policial", afirmou a magistrada.

No início da manhã de ontem, um grupo expressivo de moradores chegou à Escola Horizonte da Cidadania, na localidade Praia da Redonda, vestidos com uma blusa personalizada. A blusa fazia referência ao candidato a deputado federal Flávio Bezerra, e também à apreensão dos barcos.

Segundo informações de Jerri Brasil, funcionário do TRE-CE presente na Escola, a polícia foi acionada porque o uso desse tipo de camiseta configurava propaganda indevida. "Foi acionada a polícia e resolvido o problema. Eles tiraram a camisa, outros pregaram adesivos. Está tudo correndo bem por aqui".

A comunidade está sensibilizada com a apreensão dos barcos, que eram utilizados pelos pescadores artesanais para fiscalizar, por conta própria, a pesca predatória da lagosta, feita principalmente com compressor.

Segundo Maurício Valente, representante da Associação e liderança local, o que aconteceu ontem foi um mal-entendido. Ele afirma que a população foi mobilizada para participar das eleições de forma pacífica e democrática. "A gente mobilizou a população para votar nos candidatos que apoiam nossa causa, e não para criar confusão". Para ele, a presença da polícia foi ostensiva para a comunidade. "Muita gente questionou a grande quantidade de carros de polícia por aqui".

Retiradas as camisas, o restante da votação aconteceu normalmente. A escola estava lotada de pessoas, entre eleitores, fiscais e policiais. Lá, é costume os eleitores permanecerem nos locais de votação esperando o resultado das urnas.

O dia em Icapuí terminou sem registros de ocorrências ou crimes eleitorais. Além da Redonda, algumas denúncias foram registradas, mas nada concreto foi apurado. "Fizemos averiguações, mas não conseguimos provar nada", complementou a juíza Valdenísia de Sousa Bernardo. Ao encerrar o pleito, às 17 horas, todas as urnas foram lacradas e transportadas para Aracati, onde foi realizada a apuração, juntamente com as urnas de Fortim e a própria Aracati, sede da oitava zona.
 
EMANUELLE LÔBO (repórter) / ALEX PIMENTEL (colaborador) / MELQUÍADES JÚNIOR (colaborador)
 

Nenhum comentário: