segunda-feira, 4 de outubro de 2010

OPOVO: Briga entre pescadores deixa o clima tenso

04.10.2010
 
Durante o dia de eleição em Icapuí, Litoral Leste, os ânimos acalorados estavam latentes por sobre as aparências de calmaria. Na tarde de ontem, pescadores da Redonda aproveitaram a movimentação nas zonas e seções para estamparem em camisetas manifestações contra a apreensão de barcos na última semana. Haviam ameaçado queimar urnas, mas a notícia veio com antecedência e a Justiça Eleitoral reforçou o efetivo, evitando conflitos.

 Os embates entre pescadores da Redonda e de Icapuí continuam acirrados, além de uma natural escassez da pesca, segundo opinião local. “A gente vivia da pesca, mas agora não tem mais como pescar”, reclamava Maria Verônica Rebouças, 53. O período eleitoral renovou esperanças, dessa vez raivosas, e Maria pedia mais empregos para os pescadores no ano novo que se inicia em três meses.
A situação com os pescadores chegou a tal ponto que obrigou Armando Gomes, 53, a levar barco e manzuá até Parajuru, onde passou a trabalhar. Ele também tem novas expectativas, de melhoria de vida principalmente, e, quem sabe, uma maior democracia nos mares. “Deus queira que melhore. Que desse pra todo mundo pescar. O mar é pra todo mundo, não só o pessoal da Redonda”.

Júlia Lopes
julialopes@opovo.com.br

Fonte: Jornal O POVO

Um comentário:

Emilio Konrath - Catamaram Mås disse...

O sr Armando tem razao, o mar é para todos. Para todos que pratiquem a pesca legal.
Toda vez que vou pescar eu vejo barcos de diversas regiões pescando e nunca vi nenhum deles ser atacado pelo pessoal da Praia Redonda.