sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Pelo segundo ano, Icapuí fica sem decoração natalina na Praça

A Prefeitura Municipal de Icapuí, pelo segundo ano seguido, deixou de fazer a decoração natalina da Praça Central de Icapuí. Além de toda simbologia que os enfeites natalinos trazem para as pessoas, a mesma é uma torna-se uma questão de cuidado e zelo com a cidade, isso porque a Praça Central é o chamariz da cidade. Ela sendo decorada torna-se a cidade mais bonita para as pessoas nativas e para as que visitam Icapuí.  

Como Icapuí é uma cidade turistica, a Prefeitura tem a obrigação de cuidar dos espaços públicos para que os turistas tenham uma boa impressão sobre a cidade. O estado da Praça Adauto Roseo é deplorável, com aspecto sujo e com bancos destruídos. Mesmo assim é o principal palco de festividades de Icapuí, como Reveillon, Semana do Município e Carnaval. Ela necessita de uma reforma urgente, já que a última que aconteceu em 2004, não foi concluída. Um agente da Prefeitura disse ao blog que não se poderia reformá-la, devido a um impedimento da época ultima reforma, mas já se passou 6 anos, sendo muito tempo para resolver qualquer problema neste sentido.

A Praça Central de Icapuí é o coração da cidade, ao redor dela que estão a maioria dos comercios da cidade, órgãos públicos, Bancos e o Correios. Ela cada vez mais torna-se o espelho de como o município de Icapuí está sendo cuidado.

A Câmara Municipal dos Vereadores, que no ano passado foi o único local da cidade com decoração pública, este ano também não foi realizado sua decoração de fim de ano. 

O único espaço público com decoração natalina este ano foi o Hospital Municipal Maria Idalina, onde foi realizado uma pintura na parede e colocação de uma arvores de natal com luzes de enfeite.

Texto e fotos de Adolfo Maia

3 comentários:

Ayrton disse...

Se fosse só a decoração natalina que Icapuí ficasse sem..... Icapuí fica sem obras, sem pesca, sem trabalho, sem dignidade, sem carnaval, sem estrada, sem fogos de artifício, sem quadra de esporte, sem ginásio, sem turista, sem.... podemos até numerar cem ítens

thiagojstavares disse...

sem prefeito...

mario disse...

Sem águaaaaaa