quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

SINDICAPUI alerta para atraso dos salários Servidores da Saúde de Icapuí

Saúde de Canto a CantO!
Os Servidores da Saúde no Município de Icapuí vivem uma verdadeira calamidade. Além de toda precariedade que vive o sistema em função dos desmandos administrativos cometidos pelos gestores, os servidores não recebem os salários em dia. Os efetivos recebem um mês e fica outro em atraso, para alguns prestadores de serviços o atraso já chega há oito meses, algo no mínimo desastroso, mais existe uma coisas que merece uma explicação: têm servidores prestadores de serviço que tem atrasos de sete meses, outros de cinco, outros de quatro, de três, de dois, de um e até aqueles que estão com o pagamento em dia.

Nessa história que mais parece uma tragédia grega dois fatos são passíveis de explicação por parte da gestão pública municipal: 1º Como é possível atrasar o salário de servidores em até oito meses? 2º Qual o critério utilizado para pagar o salário de apenas alguns e deixar os outros sem receber? Não acredito que na atual conjuntura em que vive esta “administração” alguém se dê ao trabalho de prestar algum tipo de esclarecimento a sociedade icapuiense.

Um comentário:

procad disse...

O critério talvez nós saibamos, porém a questão é o que nós (sociedade) podemos fazer. Que planejamento orçamentário é este que deixa alguns sem pagamento e outros com pagamento em dia? Se existe um determinado número de servidores contratados é porque isso deve corresponder a uma demanda de serviços e conseqüentemente deve existir uma receita reservada para a quitação mensal dos mesmos, com fechamento, todo final de mês, na folha de pagamento.

Então nos cabe refletir sobre o que está acontecendo! Se alguns são pagos e outros não, é sinal, de no mínimo, existir, obviamente, saldo na folha de pagamento. Mas para onde vai esse dinheiro em saldo? Qual o motivo de alguns serem pagos e outros não?

Em meio a estas interrogações, por que o Sr. prefeito ou a Sta. Secretária de saúde não vão aos meios de comunicação, como a rádio FM Educativa, fazer um pronunciamento para esclarecer o assunto?

Posso estar enganado, mas nenhum órgão público pode entrar ano novo devendo salários a seus servidores, mesmo que sejam serviços prestados.