quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Vereador Lacerda Filho (PSDB) esclarece sobre problemas na praia de Barrinha


O vereador Lacerda Filho (PSDB), em entrevista hoje na Rádio FM Educativa de Icapuí, deu alguns esclarecimentos sobre a situação calamitosa em que se encontra a comunidade da Praia de Barrinha. Alguns moradores se mostraram indignados com a lentidão do poder público em conter ou amenizar os estragos causados pelo avanço da maré. Mostramos a situação daquela comunidade na matéria "Barrinha de Mutamba - o risco que vem do mar", publicada em 12/01, e o vereador retificou algumas informações apresentadas pelo blog em relação aos projetos que estão em andamento, que beneficiarão a Barrinha. 

Situação na praia da Barrinha
Segundo Lacerda, houve um mal entendido a respeito do que foi informado sobre os projetos direcionados aquela comunidade. Ele explica que existem duas ações distintas destinadas a comunidade da Barrinha, principalmente sobre a construção de casas populares. A primeira ação é de iniciativa do deputado federal José Airton (PT-CE), que conseguiu recursos da ordem de R$ 5 milhões, somente para a Barrinha, para construção de obras de contenção do avanço do mar e amparo às pessoas atingidas. Nessa ação está inclusa a construção de 50 casas populares destinadas aos que perderam ou correm risco de perder suas residências. De imediato, foi disponibilizado R$ 2,3 milhões desse montante para dar início as obras. Todo excesso burocrático está sendo amenizado graças ao Estado de Emergência, decretado pelo prefeito Irmão Edilson, após laudo da Defesa Civil e que elimina a necessidade de processo licitatório na contratação da empresa que fará a obra. No entanto, existe outros procedimentos legais que retardam a execução das obras. O projeto ainda abrangerá as praias de Barreiras e Redonda e tem recursos orçados em R$ 30 milhões no total. Porém, segundo a Defesa Civil a situação é mais emergencial na praia de Barrinha e portanto, torna-se prioridade.

A segunda ação tem como articulador o vereador Lacerda Filho, que conseguiu mais 30 casas populares junto a Caixa Econômica Federal, através do projeto "Minha Casa, Minha Vida" do Governo Federal.  O vereador e o prefeito Irmão Edilson estiveram no dia 11/01 na sede da CEF, em Fortaleza, que se prontificou a liberar o dinheiro já em fevereiro próximo. Está programado para próxima Sexta-feira, ás 9:00 horas, uma reunião com a comunidade da Barrinha, representantes da Associação de Moradores de lá e a presença de técnicos da Defesa Civil, para que quaisquer dúvidas sejam sanadas e informar sobre detalhes da execução das obras e da participação da comunidade nas decisões. Um dos cuidados do vereador está em contratar uma empresa que tenha aporte financeiro suficiente para iniciar  e concluir as obras sem interrupção. Isso evitaria deixar as obras pela metade, o que não resolveria os problemas da comunidade.

Claudio Roberto, morador da Barrinha e membro da associação de moradores, mostrou-se preocupado com as marés dos próximos dias 21 a 23. Nesse período estão previstas ondas de até 3,7 metros de altura, o que pode causar ainda mais estragos. Ele diz que, a comunidade estará realizando mutirão para colocar sacos de areia e pedras nos trechos mais afetados, principalmente em torno da Centro de Educação Infantil.

Portanto, fica esclarecido que estão destinados à comunidade da Barrinha um total de 80 casas populares, através de recursos já disponibilizados. Sendo que 50 casas fazem parte das emendas do deputado federal José Airton, e 30 casas oriundas do projeto "Minha Casa, Minha Vida" articuladas pelo vereador Lacerda Filho.

7 comentários:

Ricardo Rebouças. disse...

Onde está o "governante" maior quando o povo mais precisa?

O povo necessita que haja mobilização do poder público, não estamos tendo respostas para tais problemas. A população praiana está cansada de esperar por pessoas que foram eleitos graças ao voto popular, mas que não estão assumindo suas responsabilidades.

Será que é preciso acontecer catastrofes como a que está acontecendo no Suldeste do Brasil?

Professor Celestino disse...

O historico desta gestão e digna de que as pessoas acreditem nessas estorias, mas como a comunidade da barrinha não a quem recorrer mesmo se não ao poder publico municipal é rezar para que tudo isso seja verdade e a comunidade possa ter seu problema sanado.
Que esta promessa não seja como a promessa do Bech park, o polo de lazer e etc.

alertaicapui disse...

É INCRÍVEL A GANÂNCIA DAS PESSOAS PARA SER PROMOVIDO POLITICAMENTE, LACERDA FILHO É UM QUE TENTA DE TODAS AS MANEIRAS REALIZAR SEU SONHO DE SER PREFEITO DESSA CIDADE. VIMOS QUE ELE NÃO AJE COM A INTENÇÃO DE FAZER O BEM MAIS SIM DE CONSEGUIR SEU SONHO DE SER PREFEITO.ÔÔ FAMILIA

lourdes maria disse...

concordo com voçe celestino esperamos que essas obras venham a tona e resolva todos esses problemas desse povo solidario da barrinha,ate porque a gestão atual tem muito a agradeçer ao povo dessa comunidade e nao pode faltar aos mesmo.

Professor Wellington Pinto disse...

Nesses momentos de sofrimentos muitos querem aparecer, até nos comentários se vê isso, criticar é fácil demais, resolver os problemas é mais difícil, não queiram crescer na miséria alhéia... Lacerda tem responsabilidade com a Barrinha, pois é uma comunidade fiel aos Cirilos. Porém Lacerda é o único culpado dessa catástrofe ambiental?

Pensador de Icapuí disse...

"Estado de Emergência, decretado pelo prefeito Irmão Edilson, após laudo da Defesa Civil e que elimina a necessidade de processo licitatório na contratação da empresa que fará a obra."

Ou seja onde ficará 50% deste dinheiro?

Parem pra pensar 2,3 milhões.

Vamos a contas, quanto custa uma casa simples?
20 mil, 30mil.

Daria para contruir mais de 75 casas de 30 mil reais.

Mas tem despesa com empreiteira, lucro do engenheiro, lucro do mestre de obra, lucro de fulano, 10% pra um, mais 20% pra outro.

Vamos ver daqui a algum tempo quantas casas serão contruídas.

tiago disse...

VCS TÃO DOENTE DE ODIO DE NOSSO POVO.