quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Artigo: Menor de idade no volante…perigo constante!

Escrito por Roberto Rebouças
Analista de Comunicação
Fortaleza - CE

O sonho de consumo dos adolescentes é ter um automóvel, mas por quê?

A família quando dá mais importância ao quanto o carro ou  a moto “corre”, com a desculpa de chegar mais rápido ao destino, só acentua o desejo dos menores. 

A busca pelo poder que esses veículos proporcionam é repassada dentro de casa causando graves conseqüências. É um erro pensarmos que o menor deve aprender a dirigir em casa, porque é mais “seguro”. Vejamos estes casos: menino de 11 anos é pego dirigindo o carro da tia, mostrando a irresponsabilidade do adulto que teve sua carteira de habilitação apreendida; e a adolescente de 16 anos que atropelou e matou uma idosa na saída do prédio só vem confirmar a incapacidade física e psicológica do menor ao volante.

Eles não possuem maturidade suficiente para vislumbrar as conseqüências de seus atos e os pais ou familiares, aqueles que são conscientes do perigo do trânsito, são fundamentais para auxiliá-los. A presença de um adulto no carro ensinando um menor a dirigir não elimina a probabilidade de acidentes e estes devem ser punidos exemplarmente.

Por esta razão, o limite mínimo de idade para candidatar-se a primeira habilitação é de 18 anos, com aplicação de testes teóricos e práticos para avaliar todos os aspectos físicos e psicológicos necessários à direção de um veículo. O problema é que as leis devem ser aplicadas a todos os casos indiscriminadamente.

Em visita recente a Icapuí, fique abismado com uma série dessas irresponsabilidades. Não sei como funciona a fiscalização na cidade, mas o que se pode ver são menores pilotando motos e carros sem a mínima condição para tanto. E o que é pior, em alta velocidade e sem equipamentos  de proteção algum.

Será que as autoridades aguardarão que exemplos como os citados acima aconteçam para que as providências sejam tomadas, ou ficarão de braços cruzados para não perderem aqueles votos tão esperados em época de eleições?

* artigo recebido por e-mail.

Nenhum comentário: