quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Muro de contenção do avanço do mar depende de parecer técnico do Ministério da Integração Nacional

Ministro da Integração Nacional analisa parecer técnico
Foto: Adalberto Marques  / Integração Nacional
A liberação da verba destinada a construção de casas e do muro de contenção na Barrinha depende de parecer técnico

O prefeito de Icapuí, Irmão Edilson, o deputado federal José Airton, o vereador Lacerda Filho e  o secretário municipal de Ciência e Tecnologia, Silvio Barreira, estiveram nesta terça-feira (08/02) reunidos com o Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, em Brasília - DF. O  assunto foi a liberação da verba orçamentária de R$ 2,3 milhões destinados a construção de 15 casas populares,  200 metros de muro de contenção e reconstrução da escola, em decorrência dos estragos causados pelo avanço do mar na praia da Barrinha. O recurso já deveria ter sido liberado, porém, foi negado mediante um parecer técnico emitido pelo departamento jurídico do Ministério da Integração Nacional, que interpretou o projeto apresentado como obras de prevenção ao invés de reconstrução. 

Diante do impasse, que impediu a liberação dos recursos financeiros necessários para dar início as obras na praia da Barrinha, o prefeito Irmão Edilson esclareceu ao ministro que o plano de trabalho está vinculado a reconstrução e não a prevenção. O estado de emergência e os estragos causados pelo avanço do mar foram comprovados através de fotos das comunidades de Requenguela, Barreiras, Picos, Peroba, Redonda e a própria Barrinha, a mais atingida. O deputado José Airton ratificou as explicações apresentadas e confirmou que o empenho orçamentário foi destinado para reconstrução, e não para prevenção, como citava o parecer técnico do Ministério. 

Durante o encontro, o prefeito Irmão Edilson expôs ao ministro pernambucano, que também já foi prefeito, sua vontade de conhecer o técnico "abençoado" que deu o parecer negativo e convidá-lo a conhecer de perto a comunidade da Barrinha, para que o mesmo sentisse na pele os transtornos que a comunidade vem passando neste momento. A intenção de Irmão Edilson foi comover e sensibilizar os técnicos do Ministério da Integração Nacional para terem a real dimensão do sofrimento vivido por aqueles que perderam suas casas para o mar. "É necessário ver a realidade in loco e ter em mente que a responsabilidade de emitir um parecer negativo pode significar a potencialização do sofrimento daqueles pescadores guerreiros por natureza, que sonham e acreditam em dias melhores", acrescenta o vereador Lacerda.

Esclarecido os fatos ao Ministro, o mesmo se comprometeu a rever o parecer técnico negativo e o mais rápido possível disponibilizar a verba.

Por Claudimar Silva
Com informações do vereador Lacerda Filho

9 comentários:

Adolfo Maia disse...

Fiquei com uma dúvida se o parecer é tecnico porque tanto apelo emocional? Como se fosse uma esmola dada a cidade?

Se teve parecer tecnico do Ministério por ser entendido como prevenção e só enviar documentos tecnicos comprovando que a problemática é para reconstrução e ser analisado pelos tecnicos de lá.

amadeu disse...

Adolfo por que vossa senhoria não posta mais meus comentários no Blog,pois vc fala tanto em democracia mais não respeita a opinião contraria a sua ? ou esse blog foi feito para dar so voz para quem fala mal do prefeito e de sua gestão?

Adolfo Maia disse...

Caro Amadeu,

O blog era um espaço democrático e é expresso isso com a públicação de artigos e comentários contráditorios dentro da esfera política icapuiense. Sendo elogiado por isso.

No entanto, desenvolvemos uma nova política de comentários. Em que só liberaremos os mesmos de pessoas identificavéis.

No seu caso como você usa desta conta para agredir pessoas, e muitos comentários seus foram excluídos por esse motivo.

O blog não tem nada contra as posições políticas icapuienses, e até sentimos falta de posicionamentos favoraveis a gestão atual. E quem comenta geralmente critica a própria gestão. Porém não podemos forçar as pessoas a escrever defendendo a mesma, isso é uma coisa das pessoas.

No entanto, Amadeu, seus comentários não serão mais aceitos e se você quiser ver suas opiniões públicadas, faça sendo você mesmo e não fake.

Esse seu comentário só foi liberado para lhe explicar isso. Não tem nada a haver com colocações ou posicionamentos políticos. Tem haver com a segurança jurídica deste espaço.

Atenciosamente

Adolfo Maia
Editor

lourdes maria disse...

muito bem adolfo gostei da sua colocação,devemos ser o que somos e nao usar falsa identidade para rebaixar os outros coisa que esse tal de AMADEU estava fazendo de um fim nessa COISA ai .

Julio disse...

Adolfo, parabéns pela coragem e a conduta ética de ter colocado esse "Amadeu" para correr de seu Blog. Os defensores do Prefeito Edílson não deveria ter vergonha de mostrar a cara, se existe essa vergonha, algo de estranho acontece. Parabéns pelo seu trabalho neste Blog. Um exemplo de cidadania.

Ursula Maia Icapuí disse...

Concordo muito em dar a cara a tapa!!
Mas o Amigo AMADEU serviu pra mostrar que falar bem da gestão provoca pessoas que se dizem contra a repressão e isso sim é um tipo de repressão!
Abaixo a repreção!!
Amigo ADOLFO deixe o cara se manifestar da forma que ele quer se anonimamente como muitas postagens já feitas para denegrir, esculachar e empobrecer a imagem da gestão só porque ele apoia será reprimido, escurraçado, excluido.

s.f. Ato de excluir, afastar ou omitir. Método, sistema ou artifício, através do qual se eliminam números, coisas ou pessoas para se chegar a determinada resolução ou conclusão.
Fonte:
Dicionário Online de Português.
Sem reprimir seus leitores,o espaço fica bem mais democratico!
Tambem se não quiser postar meus comentarios pode ficar a vontade !ok!!!!
Bj!!

Adolfo Maia disse...

Cara Ursula,

Nós no inicio do blog, ainda inexperiente deixamos os comentários anônimos e por causa da politicagem que impera em Icapuí, começou um festival de baixarias, que denegriam a imagem do blog.

Paulatinamente fizemos um moderação e depois abolimos os anônimos.

Neste caso não é somente por causa de Amadeu, mas outros fakes que possamos identificar terão comentários recusados, mesmo que não represente nenhuma agressão escrita.

Pois o blog quer privilegiar o bom debate e fica muito facil as pessoas quererem se esconder por máscaras de internet.

Não estamos aqui cerceando a liberdade de expressão das pessoas, pois nesse caso a pessoa em questão não é identificavel.

Salvo me engano você, Ursula, sabe quem é se passa por amadeu. No entanto, as pessoas não sabem e fica um coisa muito injusta.

Sobre a questão que você colocar de defesa da gestão, creio que no governo tem gente suficiente preparada para defender e vim para o debate sem precisar se enconder. A forma é muito simples de fazer, só basta vontade. Mas se não o fazem a culpa é do blog? Na minha opinião não!

Para comentar no blog, basta ter uma conta-google, como aquela que a pessoa entra no orkut, no gmail.

Atenciosamente

Adolfo Maia
Editor

Rabelo, C.D. disse...

O espaço democrático é um espaço de identidades claras, que não deve permitir sombras e véus causando opacidade no reconhecimento dos sujeitos que dele participam. A ferramenta do comentário nos blogs é um privilegiado instrumento de debate entre pessoas abertas ao diálogo e incorporadoras de sua posição e pensamento em público e sem reservas. Corroboro a política de comentários do "acidadeicapuí" em defesa da clareza e identificação dos comentaristas que,por desejarem participar defendendo seus pontos de vista, devem apresentar-se para o enfrentamento de idéias, munidos de conhecimento, ética, discurso coerente e, em especial, dizendo "sou eu" (mostrar a identidade), "eu penso assim"(assumir o que pensa na frente de seus contrários) e "vamos debater?"(ter abertura e diálogo para enfrentar outras posições). Isso sim é democracia! Já se foi, há muito, a época em que precisava-se esconder em codinomes.

ClaudiMar Silva disse...

Meninos e meninas,

O debate era pra ser sobre o parecer técnico que negou os recursos para construção do muro de contenção. Uma obra dessa importância merece ser destaque nas rodas de conversas, debates, pois dela dependem famílias inteiras que estão a "deriva" em sua própria terra.

Porém, a coisa descambou para o lado do polêmico e oculto Amadeu. Na simplicidade de seu nome tão comum, o Amadeu rebateu quase todas as críticas feitas ao governo municipal. Até aí tudo bem, é um direito assegurado pela constituição. No entanto, o uso de algumas de palavras, frases e expressões, dependo da forma como é colocado, pode soar ofensivas aos ouvidos da pessoa citada, diretamente ou indiretamente.

O blog adotou uma política de moderação dos comentários, para nos resguardar juridicamente desse tipo de comentário. Os argumentos sustentados pelo Amadeu, tornam-se fictícios devido ao seu anonimato. Se não há identificação pessoal do emissor das opiniões, e o teor do comentário contém ofensas, mesmo que subjetivas, temos a autoridade para não publicá-lo. Isso serve para todos os demais "fakes" que porventura sintam-se tentados a comentar no blog de forma prejorativa ou ofensiva.

Aos demais, que não se enquadram nesses aspectos, fica valendo o príncipio da liberdade de expressão. A contribuição de todos, com suas ideias, opinioes e pensamentos, é muito pertinente para a construção de um debate salutar.

Abraços!