quinta-feira, 3 de março de 2011

Um artigo sobre Icapuí

Em nossas pesquisas na internet achamos esse artigo sobre Icapuí no Blog de Joel Bueno. O interessante  neste artigo é sua visão sobre nosso município. veja abaixo:

Brasil

Uma velinha brilhante lá em Icapuí

Icapuí é um município do Ceará, com marromeno 20 mil habitantes. É a última cidade litorânea antes de você chegar no Rio Grande do Norte.

Icapuí tem algum turismo e a Petrobras anda explorando petróleo por lá, com poços em terra. Mas o forte da economia local está na cultura do caju e na pesca da lagosta.

Os programas de governo que vou citar são fruto de parceria da prefeitura com o governo federal.

O caju é cultivado em pequenas propriedades. Na colheita, o pessoal aproveitava só a castanha. O fruto era jogado fora, porque é facilmente perecível e eles não tinham condições de processar o suco. O governo organizou os produtores numa cooperativa. O BB deu crédito para comprar as máquinas de processamento de suco, estrutura de armazenamento e tal. Com realismo, a prefeitura mudou as férias escolares para o período da colheita, quando as crianças ajudam os pais. Hoje eles vendem o suco pré-processado para a grande indústria, lucrando muito mais. E as crianças não perdem aula.

Os pescadores de lagosta pescavam de jangada e vendiam para atravessadores, porque não tinham condições de armazenamento. Entrou o crédito assistido e o cooperativismo de novo. Hoje eles têm traineiras, caminhão e frigorífico. Mas vender para quem? O BB em Paris entrou em ação, garantindo mercado. O grosso da produção passou a ser exportado diretamente. Você vai em Icapuí e dificilmente consegue uma lagosta das grandes. Vai tudo para os restaurants da Cidade Luz.

Estive em Icapuí em 2004, se não me engano. Não tinha miséria. Os pessoal morava em boas casas. Tinha um monte de moto de 125 cc na cidade. O maior problema social era a ociosidade dos pescadores durante o defeso da lagosta. Eles acham que pescar meros peixinhos não vale a pena e ficam o dia inteiro enchendo a cara nos botecos. Cá para nós: problema de rico.

Um comentário:

Arimatea Silva disse...

Bem desinformado da realidade esse rapaz...

Abraço a todos

Arimatea Silva