segunda-feira, 4 de abril de 2011

Artigo: A Redonda de antes e a Redonda de hoje

Praia de Redonda
Foto: Claudimar Silva
Por Ulisses Venceslau
Editor do "Icapuí em Foco"

Durante muitos anos, Redonda foi referência e até modelo para outras comunidades de diferentes municípios do estado do Ceará. Tal referência estava ligada principalmente à capacidade de organização do seu povo na luta pelos seus direitos. Desejando viver numa comunidade sempre fraterna e unida, homens e mulheres deste lugar não mediam esforços na luta pelo bem comum.

Em muitas ocasiões, Redonda demonstrou o quanto a união, a organização, a cooperação e a luta coletiva podem transformar uma realidade. Foram muitas lutas empreendidas e muitas conquistas alcançadas. Tudo isso porque o povo se reunia e pensava em alternativas que possibilitassem soluções para os problemas existentes. E com persistência, perseverança e disponibilidade, o povo quase sempre obtinha sucesso nas suas reivindicações. Era um povo determinado, ousado e, sobretudo, apaixonado pela sua comunidade.

Atualmente, a comunidade vive outra realidade. Jovens desmotivados e sem perspectivas; crianças com pouca educação familiar, religiosa ou escolar; crescimento preocupante do uso e tráfico de drogas e muitas outras situações desconfortáveis passam a fazer parte da rotina da pequena comunidade de pescadores artesanais. E é triste constatar que boa parte da população já começa a se acostumar com tudo isso.

Da mesma forma, é triste perceber que são poucas as ações que tentam discutir e buscar reverter tal realidade. É perceptível e até inegável que autoridades e lideranças da comunidade não centralizam suas energias para conscientizar e mobilizar o povo a lutar pela sua tranqüilidade e pelo seu direito a uma vida de qualidade. A verdade é que, à medida que os problemas se agravam, a comunidade se acomoda. Talvez Redonda, hoje, não se caracterize mais pela sua organização, determinação, ousadia e espírito comunitário, mas sim pela sua acomodação e apatia diante dos desafios.

Todavia, a esperança de ver a comunidade se sobressair das atuais encruzilhadas deve ganhar vida no coração das pessoas de boa vontade e das autoridades locais. E, impulsionados por essa esperança, deve-se assumir o compromisso de refletir, discutir e promover ações que contribuam de forma significativa para a melhoria da qualidade de vida do povo desse lugar.

Oxalá que as autoridades, as lideranças e a população de Redonda sejam sensibilizadas e motivadas a restituir as características tradicionais da comunidade.

2 comentários:

Professor Wellington Pinto disse...

Durante vários anos fui diretor escolar nessa Comunidade e se diga aos gritos que Redonda era uma senhora comunidade, querida pela organização popular.Não podemos deixar de lembrar o padre Diomedes que organizou essa comunidade com maestria de um educador. Na educação fiz um trabalho de base, creio que tenha feito um trabalho de qualidade, os melhores alunos eram da Redonda, não vou citar os nomes porque posso correr o risco de esquecer nomes.Hoje os alunos mais trabalhosos são os da Redonda e na recuperação foi de lá o maior número.Não sei o que estar acontecendo com os jovens da Redonda, mas os pais precisam se ligar mais a esses jovens e a escola tem que motivar esses jovens para o estudo.A droga é outra problemática, as autoridades locais se comportam como nada tivesse acontecendo, é duro ver uma comunidade ruir a partir das bases.

DOMIKADO disse...

Faiz cinco anos que estamos construindo, participando, ajudando, generando encontros, trazendo amigos de grande qualidade para intercambiar com a comunidade de Redonda e principalmente com os jovens e as maes.

A DROGA, é uma organisaçao que tem muita potencia, feita para desorganisar as comunidades. Tem muito exemplos no Ceara é so pesquisar. Essas organisaçoes actuam principalmente em pequenos povoados para simplismente DESTRUIR o equilibrio social.

Os REDONDEIROS, sao gente que aparentemente estao desmotivados. Tambem QUEM ajuda para motivar toda essa comunidade?

Ao mesmo tempo eu tomaria muito cuidado com isso. Com todos os problemas que os REDONDEIROS tem que enfrentar no dia a dia eu acho que eles estao sempre na luta. Um pescador com UM PÉ na praia é um homem de uma grande potencia e de muito respeito.

Ultimamente quem ajudou a policia para prender os trafiquantes armados que tinham alugado uma casa em Redonda?. Quem foi atraz deles com os funcionarios?.

É verdade os REDONDEIROS tem muitos motivos para sobreviver. Tem que dar a mao para motivar, educar, concientizar, ...

É realmente um trabalho que vale a pena continuar.

Dominique