terça-feira, 12 de abril de 2011

O Ceará em Cordel

Cidades do Ceará
 
Deus que é supremo pai
A vós quero pedir
Memória pra escrever
Pois desejo conseguir
As cidades do Ceará
Cada nome descobrir

Por tudo o que tem me dado
Quero muito agradecer
Pelo bom fôlego de vida
Que me deu tanto prazer
Com muita força e talento
Na hora de escrever

Pra começar a novena
Na igreja bate o sino
No dia que a gente nasce
Já vem traçando destino
Minha ideia de escrever
Vem do tempo de menino



Estou na terceira idade
Não conheço solidão
Eu sou um nordestino
Do estado do Maranhão
Para Forteleza eu vim
Com grande inspiração

Na minha imaginação
Eu só faço o que convém
Dos cento e oitenta e quatro
Municípios que hoje tem
O Ceará Terra da Luz
Eu conheço muito bem

É sobre esses municípios
Que eu pretendo falar
O nome de cada um
Quero ao eleitor declarar
Transformando em poesia
Cada estrofe em seu lugar

Começa pela capital
A cidade de Fortaleza
Saindo do litoral
Se olha a grande beleza
Com bonitas paisagens
Encanto da natureza

Primeira vila fundada
A cidade de Aquiraz
A mais antiga de todas
Com quatro séculos atrás
Tem fábrica da cachaça
Com lindos canaviais

Cidade de Aracati
Quem conhece vai lembrar
Tem histórias tão bonitas
Pra quem quer recordar
Onde nasceu o jangadeiro
Chamada Dragão do Mar

Foi no Crato onde nasceu
O mais forte conselheiro
O Padre Cícero Romão
Fundador de Juazeiro
Só não foi canonizado
Mas é santo verdadeiro

Área metropolitana
Tem a cidade de Caucaia
Na flora tem carnaúba
Na fauna tem a jandaia
E grande divertimento
Pra quem gosta de praia

Tem Campos Sales e Viçosa
Tem Russas, tem Camocim
Cedro, Monsenhor Tabosa
Cascavel, Ipaumirim
Histórias da antiguidade
Tem em Quixeramobim

Mucambo e Paramoti
Santana do Acaraú
Várzea Alegre e Trairi
E São Luiz do Curu
Novo Oriente, Uruoca
Granja e Caririaçu

Potengi, Pindoretama
Martinópole e Pacujá
A bela Jaguaretama
Também tem Senador Sá
Jati, Uruburetama
Tem Ipu e Ararendá

Palhano e Piquet Carneiro
Alto Santo e Quixadá
São Gonçalo do Amarante
Aratuba e Tianguá
Com Baixio e Itaiçaba
Santa Quitéria e Tauá

Ipueiras, Itapipoca
Maranguape e Crateús
Icó, Senador Pompeu
Pentecoste e Pacajus
Alcântaras e Saboeiro
Terra boa Caríus

Nova Olinda, Pacatuba
Granjeiro, Reriutaba
Bela Cruz, Jaguaruana
Na serra Guaraciaba
Côcos mais deliciosos
Exporta Paraipaba

Tem a pequena Itaitinga
Choró, Maracanau
Chorozinho e Horizonte
Quixeré, Banabuiu
Tem Mombaça e Redenção
Pedra Branca e Parambu

Hidrolândia e Capistrano
Ibiapina e Acopiara
Groairas, Limoeiro
Marco e Jaguaribara
Palmácia e Carnaubal
Frecheirinha e Ubajara

Guaramiranga, Itatira
Missão Velha, Itapajé
E tem General Sampaio
Morrinhos e Cariré
A terra onde nasceu
O Patativa, Assaré

Tem Tabuleiro do Norte
Graça, Guaiuba e Fortim
Tem Ererê e Mauriti
São Benedito pra mim
Tem de flores no estado
O mais bonito jardim

Paracuru e Aurora
Massapê, Baturité
Também onde se adora
O santuario da fé
De onde se ouve a voz
De devotos de Canindé

Santana do Cariri
Quixelô e Saboeiro
Potiretama e Porteiras
Orós, Pacoti, Pereiro
Jucás, cidade velha
Do tempo do candeeiro

Tem a Princesa do Norte
Que a cidade de Sobral
Catarina, Irauçuba
Tem Barroquinha e Chaval
Forquilha, Independência
Que já foi pelo sinal

Amontada e Apuiarés
Tem Ocara e Altaneira
Na metrópole tem Euzébio
Tem Barbalha, tem Barreira
Barro, no sul do estado
No norte, Pires Ferreira

Tem Milagres e Miraíma
Moraújo, Itaiçaba
Acarape e Abaiara
Tem Catunda e Aiuaba
São João do Jaguaribe
Tamboril, Aracoiaba

Farias Brito e Umari
Tem Antonina do Norte
Solonópole e Beberibe
Tem Umirim e Penaforte
Quem pescou em Icapui
A canoa é seu transporte

Cruz e Irapuã Pinheiro
Tem Varjota e Tururu
Ipaporanga, Itarema
Guaramiranga, Iguatu
Brejo Santo e Caridade
Madalena e Mulungu

Aqui eu vou encerrar
Com prazer e alegria

Por ter feito este trabalho
Com métrica na poesia
Hoje estou sabendo
O que antes eu não sabia

Meu nome pra quem não sabe
Doravante vai saber
Cícero Modesto Gomes
Tenho com muito prazer
Já mais de setenta anos
Muito mais eu vou viver. 

Nenhum comentário: