sábado, 21 de maio de 2011

Prefeito Irmão Edilson e Defesa Civil visitam locais afetados pelas chuvas em Icapuí

Defesa Civil elaborará relatório da situação das estradas de Icapuí. Prefeito Irmão Edilson decretará estado de emergência

O prefeito de Icapuí, Irmão Edilson, junto com técnicos da Defesa Civil e o vereador Lacerda Filho, visitou durante toda a tarde de ontem os principais corredores de acesso às praias de Icapuí. O objetivo da visita é avaliar os estragos causados pela grande quantidade de chuvas que caiu sobre a cidade nos meses de abril e maio e ver de perto a situação de calamidade vivida por comunidades inundadas. A iniciativa desta visita partiu do vereador Lacerda Filho, após os relatos feitos pelos moradores das comunidades afetadas que participaram da reunião com o secretário de Obras, Chico Cirilo, na Câmara de Vereadores. A Defesa Civil e Úrsula Maia, técnica de construção civil da prefeitura de Icapuí, fizeram a marcação com GPS (via satélite) dos pontos críticos da cidade. Trechos alagados, destruídos e casas atingidas foram registrados para compor o relatório e o projeto de reconstrução desses locais. 

Segundo Irmão Edilson, os estragos são tantos que fica impossível a prefeitura arcar sozinha com as obras de recuperação e reconstrução das estradas. Para isso, será decretado estado de emergência no município para viabilizar a captação de recursos financeiros através de emendas parlamentar do deputado federal José Airton, que já se comprometeu em ajudar o município de Icapuí, e também com ajuda do governo estadual e federal.

A comunidade mais atingida é a praia de Quitérias. Lá, além das vias de acesso à comunidade ficarem intransitáveis, muitas famílias estão desalojadas devido terem suas casas invadidas pela água. A população convive diariamente com o risco de contrair doenças graves. As águas das chuvas cortaram boa parte da estrada do corredor que liga a praia de Quitérias a Ibicuitaba, deixando os moradores isolados e dificultando o abastecimento da comunidade, o transporte dos alunos e acesso de veículos pequenos.

Casas alagadas na praia de Quitérias
Muitos moradores vêm sofrendo com o acúmulo de água nas ruas e dentro das casas.  Segundo eles, toda essa água vem das várzeas existentes em toda a extensão do município, que escorrem para Quitérias por ser uma área de nível mais baixo. A sujeira da água é perceptível a olho nú e a dificuldade de transpor as valas feitas pelos próprios moradores é imensa. A água parada também junta lixo, lama e insetos, preocupando ainda mais a população dessa comunidade. O prefeito Irmão Edilson providenciou uma máquina retro-escavadeira para abrir uma vala maior, permitindo o escoamento da água em direção ao mar, até que seja feito um calçamento nas ruas atingidas. No corredor de acesso a praia de Tremembé, a Secretaria de Obras disponibilizou máquinas e caçambas para recuperar de forma temporária os trechos alagados. Essa medida, de caráter imediatista, vem sendo adotada em outros corredores na tentativa de normalizar o tráfego nesses pontos. 

Corredor da praia de Tremembé: solução temporária
Vários fatores têm contribuído para a deterioração das principais vias de acesso às praias de Icapuí. Entre eles, o excesso de chuvas, falta de áreas de escoamento da água (provocado na maioria das vezes por construções em locais inadequados) e a baixa qualidade do asfalto utilizado na construção dessas estradas. Por serem caminhos que fazem a ligação com as praias têm um movimento intenso de veículos, intensificado durante os finais de semana. Esse fluxo provoca um desgaste maior das estradas, sendo agravado pelas chuvas e ausência de manutenção frequente. Inclusive, a situação precária das estradas do estado do Ceará foi tema de reportagem recente no jornal Diário do Nordeste (veja aqui).

Mas, não são somente os corredores de acesso às praias de Icapuí com estão esburacadas. O trecho da CE-261, entre a Fazenda Belém e o Mirante da Serra do Mar está repleto de buracos, de todos os tamanhos e formatos. A estrada que liga o centro da cidade à comunidade de Redonda também apresenta trechos esburacados. Na praia de Barreiras de Cima, além do corredor de acesso, todo o trecho da orla também encontra-se em situação calamitosa. 

Todas as informações coletadas pela Defesa Civil servirão para elaboração de um grande projeto de recuperação dessas vias. O prefeito Irmão Edilson afirmou que se empenhará na captação dos recursos financeiros necessários para isso. O primeiro passo é decretar estado de emergência dada a situação em que se encontram as estradas locais e os transtornos causados à população.

Mais apoio da Defesa Civil

Em entrevista à Rádio FM Educativa de Icapuí, o vereador Lacerda Filho falou sobre a colaboração do Coronel Vasconcelos, Sub-secretário de Segurança Pública do Ceará, através da disponibilização de uma equipe da Defesa Civil para o município de Icapuí. A Defesa Civil teve papel importante na ajuda a famílias atingidas pelas intensas chuvas e na orientação técnica sobre medidas de contenção do avanço do mar. O vereador anunciou que o Coronel Vasconcelos visitará o município de Icapuí, para avaliar a situação pessoalmente. 

Por Claudimar Silva

2 comentários:

ursula icapui disse...

A Defesa Civil e o engenheiro civil da prefeitura de Icapuí fizeram a marcação com GPS (via satélite) de todos os pontos críticos da cidade. ????

ClaudiMar Silva disse...

KKKKKK

Perdão querida Ursula! Foi o cansaço físico e mental...

Já retifiquei o texto! Abraços!