sexta-feira, 6 de maio de 2011

Secretaria de Obras conserta estragos causados pelas chuvas

Equipe da Secretaria de Obras fazem reparos na ladeira do centro
(Foto: Marcos Felipe)
Seu Chico Cirilo, secretário de Obras de Icapuí, e os "meninos da Obras" nunca tiveram tanto trabalho. Com a quantidade de chuva muito acima do previsto para Icapuí, os estragos causados na cidade pela força das águas estão exigindo esforço redobrado dos trabalhadores para atender a demanda. Ruas, estradas e encostas de morros são os casos mais comuns a serem socorridos pela secretaria de Obras do município.

Rua Maria de Déi. Enxurrada encheu o local de areia
(Foto: ClaudiMar)
Aproveitando o raro de dia ensolarado, várias equipes da Secretaria de Obras estão espalhadas pela cidade, atendendo as ocorrências mais urgentes. Na ladeira do centro, que faz parte da continuação da CE-264, a chuva provocou o desabamento de uma mureta de contenção e a enxurrada abriu uma cratera na rua próximo ao Chico Bagre, vizinho a Câmara de Vereadores. Essa enxurrada encheu o local de areia, sendo necessário o uso de uma máquina escavadeira para desobstruir a passagem. 

Av. 22 de janeiro: água dificulta acesso às ruas próximas
(Foto: ClaudiMar)
 Em Cajuais, o ponto mais crítico fica no cruzamento das ruas próximas a Escola Gabriel e antiga Fábrica de Côco com a Avenida 22 de Janeiro. Há vários dias as águas das fortes chuvas vêm se acumulando, causando dificuldade de acesso aos moradores dessa área. Hoje, a Secretaria de Obras enviou uma máquina para abrir uma vala no calçamento permitindo o escoamento da água para os córregos.

Corredor de Barreiras de Cima: águas da chuva cortou a estrada
(Foto: ClaudiMar)
Mas a demanda é muito grande devido a intensidade das chuvas no município. No corredor de acesso à praia de Barreiras de Cima, as águas acumuladas nas lagoas paralelas a estradas transbordaram e cortaram a estrada. Nesse trecho, a correnteza deu origem a um buraco profundo dificultando a passagem de veículos pequenos, motos, bicicletas, pedestres e ônibus, que deixaram de fazer a rota para Barreiras. Na Sessão da Câmara de Vereadores de hoje (6/5), muitos foram os pedidos solicitando a presença da secretaria de Obras em várias comunidades. Todas as queixas se referem a estragos causados pelas chuvas recentes. 

Vemos o esforço dos "meninos da Obra" para solucionar todos os estragos, porém, diante da demanda e das limitações da secretaria de Obras resta a população compreender e tentar ajudar da forma que puderem. A previsão é de mais chuva nessa faixa do litoral nordestino, o que pode piorar ainda mais a situação no município.

Fiquem alerta!

5 comentários:

Professor Wellington Pinto disse...

Observa-se que existe boa vontade de resolver os problemas por parte do Secretario de Obras, porém falta conhecimentos de engenharia...o que fizeram em frente a fábrica de cocos é um trabalho mal feito e perigoso, mas parece aqueles esgotos de favelas de capital.

Glairton disse...

Asfalto Sonrisal ou areia de açúcar?
JG

m frank. disse...

Não consertaram essa cratera do corredor de Barreiras não! Ia morrendo ontem, o buraco bate na canela. :P

ClaudiMar Silva disse...

m Frank...

Realmente o buraco na estrada de Barreiras bate na canela e pode provocar acidentes devido a profundidade.

Essa estrada, se não me engano, é de responsabilidade do DNIT ou DER do Estado.

Aguardemos resolução!

Eduardo disse...

O Salgadinho está em baixo d'água.

Aqui para passar em frente ao forum a pé precisa molhar os pés, com riscos de doenças como leptospirose, micoses entre outras.

O que fazem é "cortar" a rua tirando calçamento e fazendo buracos. Da mesma forma que fizeram na frente da escola Gabriel.

Será essa a solução da sec. de Obras?

Falta um engenheiro para pensar melhor nestas obras, precisamos de solução definitiva, e não estes paliativos.

A quantidade de mosquito aqui tbm é de "matar com faca". Imagine aí quantas doenças a mais isso pode trazer para moradores daqui.

Eduardo
Morador do "afogadinho II"