segunda-feira, 4 de julho de 2011

Pescadores artesanais retomam suas discussões a respeito da pesca ilegal

Dezenas de pescadores da comunidade de Redonda voltaram a discutir os prejuízos causados pela prática da pesca ilegal no litoral icapuiense. Numa reunião ocorrida no último domingo, 02, no pátio da E.E.F Horizonte da Cidadania, os pescadores artesanais centralizaram suas discussões principalmente no crescimento da pesca que utiliza a marambaia como instrumento para a captura da lagosta. A reunião iniciou-se a partir das 9:00h e contou com a participação não só dos pescadores de Redonda, mas também de pescadores da comunidade de Peroba e Vila Nova. 
As principais lideranças da comunidade estiveram presente no encontro e incentivaram os pescadores a continuar lutando por um pesca sustentável tanto do ponto de vista econômico como ambiental. No entanto, indignados com a pouca produção e com a desvalorização no preço da lagosta, os pescadores mencionaram a discrepância instalada no cenário da pesca, onde os pescadores ilegais estão mais bem de vida do que aqueles que, mesmo com algumas incoerências, procuram cumprir a lei na sua integralidade.

Nesta mesma reunião, os pescadores também foram motivados a continuar suas reivindicações por uma efetiva fiscalização na sua área de pesca. Nesse sentido, foram dados alguns encaminhamentos e firmados uma série de acordos entre pescadores e lideranças. A pesca da lagosta, tanto em Redonda como nas comunidades circunvizinhas, vem apresentando uma constante diminuição na sua produtividade, preocupando principalmente os pescadores que são pai de família.
 

Nenhum comentário: