terça-feira, 2 de agosto de 2011

Diário do Nordeste: Pela 3ª vez, Icapuí recebe recursos para cobertura do ginásio esportivo




Retirado do Diário Vale do Jaguaribe

Por Melquíades Júnior - 2.8.2011

Pela 3ª vez, Icapuí recebe recursos para cobertura do ginásio esportivo

Um mês antes de a cobertura desabar a quadra fora reinaugurada pela Prefeitura. 
Foto: ADOLFO MAIA/Blog A Cidade Icapuí

Praticamente um ano e meio após o desabamento, a cobertura do Ginásio Municipal José do Carmo Rebouças começa a ser reconstruída. A obra vai custar R$ 223 mil aos cofres públicos, com recursos do Governo do Estado e contrapartida da prefeitura municipal. O teto da quadra desabou em 12 de fevereiro de 2010, menos de um mês depois de ter sido reinaugurada pela própria prefeitura, que preferiu contrariar as evidências de desgaste nas bases de sustentação da estrutura para mostrar a reforma em plenos festejos municipais. Uma simples chuva e o teto foi a baixo (felizmente sem vítimas).

É a terceira vez que a prefeitura (incluindo outras gestões) recebe recursos para instalar cobertura no ginásio municipal. O ginásio passou por reformas em 2004, quando deveria ocorrer a construção da cobertura, fato que só ocorreu em novas reformas no ano de 2008. Nesse mesmo ano, um engenheiro alegou fragilidade na estrutura. Em 2009, foram feitos reparos e o problema continuou, até desabar, literalmente, em 2010.

O ginásio passou por reformas em 2004, quando deveria ocorrer a construção da cobertura, fato que só ocorreu em novas reformas no ano de 2008. Nesse mesmo ano, um engenheiro alegou fragilidade na estrutura. Em 2009, foram feitos reparos e o problema continuou, até desabar, literalmente, em 2010.

Quem venceu a licitação para fazer a obra foi a FCK Construções, Projetos e Instalações Ltda. O curioso é que a empresa vencedora já detem a maior parte dos pagamentos feitos pela Prefeitura a empresas prestadoras de serviço. A FCK já recebeu este ano 646.791,86 da prefeitura de Icapuí.

3 comentários:

Antonio Luis disse...

Ou Povo maudoso, seissentos mil foi o que ele recebeu da primeira parcela da construçao da creche proinfancia.

Prof. Mauro disse...

Espero que dessa vez a coberta fique de pé e não caia mais.

Emilio Konrath - Catamaram Mås disse...

E onde foi parar a sucata da cobertura que ruiu?