sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Convenção homologa chapa Jerônimo-Vicente na disputa pela Prefeitura de Icapuí

Vicente, Jerônimo, Guimarães, Dedé e Cadá Foto: Marcel Bezerra
Cerca de 400 pessoas lotaram na noite desta quarta-feira, 13 de outubro, o Centro de Juventude e Cidadania (CJC) de Icapuí

Cerca de 400 pessoas lotaram na noite desta quarta-feira, 13 de outubro, o Centro de Juventude e Cidadania (CJC) de Icapuí, na convenção que homologou as candidaturas do dos vereadores Jerônimo Reis (PT) e Vicente Braga (PT) para prefeito e vice nas eleições suplementares do próximo dia 13 de novembro.

Jerônimo e Vicente uniram em torno de si o atual prefeito do município, Manoel Jeová da Silva, o Cadá, todos os partidos e lideranças de oposição à gestão tucana do Prefeito Irmão Edilson (PSDB). Edilson e o vice, Heverton Costa Silva, foram cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) no último dia 19 de setembro por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2008.

Participaram da convenção conjunta dos partidos PT, PR e PCdoB, que contou com o apoio do recém-criado PSD, o deputado estadual Dedé Teixeira (PT), o deputado federal José Guimarães (PT), o prefeito Cadá (PSD), o presidente da Câmara, vereador Segundo (PSD), o presidente do PCdoB, Professor Celestino, os vereadores Marcos Nunes, Vicente Braga e Felipe Maia, o presidente do PT de Icapuí, Sérgio Araújo, o integrante da Executiva Estadual do PT, Reudson Sousa, o chefe de gabinete do prefeito, Neto Rebouças, Marta Silêda, a Professora Madalena, o presidente do PR, José Bezerra, o ex-vereador Iran Félix, o ex-vice-prefeito Gilson da Paz, o ex-vereador Camundo Braga, os vereadores Naurides (Tabuleiro do Norte), Cristian Chianca (Fortim) e o suplente de vereador Eurivan de Paula, entre outras lideranças e militantes do PT e de partidos do município.

Primeiro a falar, o presidente do PCdoB, Professor Celestino, destacou a importância do partido no processo de construção da coalizão formada para vencer a eleição de novembro. “O partido pensa neste momento no que é melhor para a cidade. Junto com o Sindicado dos Servidores e o vereador Marcos Nunes, temos o compromisso de ajudar a eleger o Jerônimo, e para isso faremos tudo que estiver ao nosso alcance”, afirmou.

O presidente do PT de Icapuí, Sérgio Araújo, acusou o PSDB de ter instalado o “caos político” no município. “Apenas uma semana depois de entrarmos na Prefeitura, temos a certeza de que Irmão Edilson saiu na hora certa. Para Sérgio, “esse é o momento de emanciparmos Icapuí novamente. Vamos libertar a cidade do descaso total”, afirmou, ao citar a crise na Saúde da cidade.

A mesma linha de raciocínio adotou o presidente do PR, o advogado José Bezerra. “Hoje começam novos tempos para Icapuí, que era uma boa cidade e o prefeito Edilson destruiu. Muita gente tem deixado Icapuí porque ela está inviável de se morar, sob certos aspectos”, colocou. Segundo José Bezerra, o prefeito foi cassado por desmandos. “Ele usou dinheiro público em benefício próprio, deixando a Prefeitura com um déficit de R$ 19 milhões”, asseverou.

Para o ex-vereador Iran Félix, “cada um tem que contribuir e colocar o interesse coletivo acima dos interesses individuais”, pois “os erros do passado nos servem de lição”. Por sua vez, o chefe de gabinete do prefeito, Neto Rebouças, destacou o momento histórico vivido pela cidade e as qualidades do Jerônimo, ao relembrar a juventude dos dois em Icapuí e declarar amplo apoio ao candidato. “Tenho orgulho de poder voltar a Icapuí depois que fui expulso da cidade quando perdemos a eleição em 2004. Vamos lutar com afinco nesta eleição”, pontuou. Neto ressaltou também a união política entre o grupo de Camundo e do Vereador Vicente com o do prefeito Cadá com vistas às eleições de 13 de novembro.

O discurso do prefeito Cadá também foi de otimismo. Antes, ele citou as dificuldades financeiras da Prefeitura. “Até o final do ano, temos R$ 7 milhões de dívidas para pagar, mas a previsão de receita é de pouco mais de R$ milhões”, revelou, se dizendo orgulhoso do desafio de gerir o município neste momento de transição. Cadá conclamou todos a serem multiplicadores de votos, e explicou a opção por Jerônimo para prefeito. “Ele não é o nome do Cadá, mas sim de todo o grupo. Jerônimo é uma pessoa humilde e um companheiro que tem amor ao próximo. Vai ser o mais bem votado de Redonda”, previu.

Uma das falas mais aguardadas do evento, o deputado José Guimarães anunciou que vai lutar com afinco, desde já, para trazer recursos para Icapuí. “Os vereadores Felipe e Jerônimo já me pediram emendas para a cidade. Coloquei duas, mas elas não puderam vir porque a Prefeitura estava inadimplente junto aos órgãos federais”, esclareceu. Segundo Guimarães, Jerônimo vai ter o que “nem Dedé nem Zé Airton tiveram quando foram prefeitos: Governo do Estado e Governo Federal como parceiros”. Referindo-se ao discurso de Cadá, o deputado foi enfático: “Depois do que disse o Cadá, não tem quem perca essa eleição em Icapuí”

Dedé Teixeira defendeu a ampla mobilização de todos na campanha e destacou a importância da aliança. “Esta unidade é a certeza de que vamos lutar dentro de campo, sem perseguição e sem revanchismo”. Segundo Dedé, muitas pessoas de fora de Icapuí ressaltam a chance perdida pela cidade, que ficou na contramão dos governos Lula e Cid, quando podia ter avançado. “Agora surge um novo momento, extraordinário. Até porque o povo experimentou o outro lado, que teve a chance de fazer e não fez, deixando um legado terrível para as próximas gerações”, colocou.

Outro ponto destacado por Dedé foi a compreensão dos partidos e aliados quanto ao atual momento. “Todos entenderam que o momento é fundamental, que a presença de uma pessoa de Redonda na chapa era importante. Vamos mostrar maioria na Redonda”, vaticinou, ao agradecer a todos os integrantes do grupo.

Por último, o candidato a prefeito Jerônimo Reis rememorou a construção da aliança com os partidos de oposição. Enalteceu a boa relação com o prefeito Cadá, desde a Câmara Municipal. “Nós desse grupo tínhamos todos os motivos para não estarmos juntos, mas descobrimos que tínhamos que mudar Icapuí e tirá-la da forma como vinha sendo administrada”. Falou também sobre os papéis de Dedé e Guimarães neste processo. “Sabemos que o que está nos esperando é o destino de cada cidadão de Icapuí e por isso nossa responsabilidade é grande”, afirmou. Para o candidato, este é o “momento da verdade contra a mentira. É em nome disso e da esperança que sinto em cada olhar, cada gesto e cada palavra, que está sendo em nós depositada, quero chamar a todos para mostrarmos que temos que mudar Icapuí e resgatarmos essa vontade de sermos felizes aqui”. Ele anunciou que todos estarão unidos em nome do ideal de reconstruir a cidade.
 

Um comentário:

Emilio Konrath - Catamaram Mås disse...

Tenho uma curiosidade. O PRB também está na coligação com o PT? Quem são os expoentes deste partido em Icapuí?