sábado, 15 de outubro de 2011

Poesia: Icapuí - nos versos de nossa história

Bandeira Oficial de Icapuí (Foto: Claudimar Silva)

Criada da luta e da sede
De um povo sofrido e cansado
Dos mandos e desmandos
Dos poderosos do outro lado

Lutas e manifestos
Protestos e gritos de alforria
Escolhas rumos à liberdade
Desse povo cheio de alegria

Disso muito antes, outras raças
Pisaram em nosso terra ensolarada
Abordaram em nossa ponta de praia
Seduzidos pela duna encantada

Pedaços dessa história
Encontramos nos cacos achados
Nas peças antigas dos homens
Que andaram por nosso passado

Vieram as lutas do povo
As vozes clamando por novos rumos
Jovens cheios de garra surgiram
E ergueram a bandeira do prumo

Nossa caiçara virou cidade
Feita de mulheres e de homens
Nosso povo ganhou líderes
Nossas vidas ganharam nomes

Primeiros passos foram dados
Levantando do nada o tudo
A união do povo fez a diferença
Na construção do nosso futuro

Grande foi o salto conquistado
Com tão pouco tempo de idade
As coisas ganharam forma
Apesar de tanta dificuldade

Nossa pequena vila de pesca
Abriu-se para um mundo de verdade
Ganhamos atenção dos grandes
Querendo ver nossa realidade

Mas vieram a tal da desavença
Dos que brigaram pela mesma causa
As belezas foram esquecidas
Em troca de outras palmas

Mas o povo continuou sorrindo
Cantando as canções da nossa gente
Entre uma guerrilha e outra
Vivíamos um sonho diferente

Sonhos de crianças felizes
Do homem trabalhador e seu mar
Das riquezas que brotam da terra
De todos que amam esse lugar

Orgulho de sermos desse chão
Da beleza onde vivemos
Das estradas deste rincão
Da história que mesmo fizemos

As vontades se tornaram outras
Se perderam num caminho ambíguo
Influência de um mundo novo
Onde o bom vento é exíguo

Nesses dias de confusão
Acirradas palavras proferem mudança
Uns dizem que a luta não foi em vão
Outros suplicam por nossa confiança

Por tudo que continua belo
Das águas do mar até o alto da serra
Já pensou se esses homens que hoje brigam
Brigassem juntos por nossa terra?

Por Claudimar Silva 




3 comentários:

Antônio José disse...

Um belo poema expressando sentimento de grandeza, beleza, luta,união, separação e esperança de uma nova união para a reconstrução de nossa cidade. Afinal,ICAPUÍ deve está acima de qualquer despeita politiqueira, pois o seu povo é guerreiro,criativo e sabe cantar em versos e prosa a vida de sonhos e os sonhos de vida que ficaram para atrás.

Nilson disse...

Bonita poesia. Ela exalta o que sempre exaltei. Uma pergunta: É gritos de alforria mesmo? Ou Gritos de Euforia?

ClaudiMar Silva disse...

Agradecendo aos comentários.

Amigo Nilson, a palavra é "alforria" mesmo. Tem o sentido de libertação, independência conquistada através da emancipação.

Abraços!