terça-feira, 6 de março de 2012

Em reportagem sobre assassinato, Record coloca Icapuí na Bahia


A Rede Record exibiu em seus telejornais e no portal R7, no dia de hoje, a reportagem sobre o crime acontecido em Icapuí no sábado e os atos de depredação do patrimônio público realizados em protesto pela morte da jovem Ana Carla, com a destruição da Delegacia de Polícia.

O que chama atenção na reportagem é  o fato que Icapuí seria um município do estado da Bahia e não do Ceará.

Assista o vídeo Abaixo:

 

 Fonte: Portal R7

3 comentários:

Lais Gomes disse...

Eu assisti essa reportagem emitida pela record aqui na Irlanda. Percebi tambem o erro ao citarem a cidade Icapui como sendo do estado da Bahia,nossa acho que nao pesquisaram bem a real localizacao,e o pior eh que a reporter que fazia a materia,que por sinal era Bahiana,nao foi capaz de desfazer o erro...hahaha,demais!!!!

Esse crime cometido em nossa cidade foi barbaro,chocante demais.Pois para repercutir em uma emissora feito a record,nacional e internacionalmente,tinha de ser algo muito forte. Passei!!!

enfim

Abracos para os idealizadores do blog "A cidade Icapui"

Sucesso

Lais Gomes.

Honorato disse...

Como será que começa uma violência dessa? na desestrutura da familía? na erronea formação e escolha dos nossos militares? por que em Icapuí ultimamente só temos noticias de desastres? fico muito triste pois pra quem um dia vivenciou o sonho de uma cidade como a nossa que era tão pacata onde podia se dormir com as portas abertas, acontece uma coisa dessa, é lamentável que nosso povo ainda não tenha acordado pra vida, enquanto lá fora o mundo avança na educação e no progresso ficamos pra trás! um dia isso muda espero que neste século ainda!

h disse...

PESSOAL ASSISTAM O VIDEO COM ATENÇÃO
EM NENHUM MOMENTO ELAS DIZEM QUE ICAPUI FICA LOCALIZADO NA BAHIA. O QUE ACONTECE E QUE TODAS AS NOTICIAS QUE REFEREN-SE AO NORDESTE SÃO DIVULGADAS PELA REDAÇÃO DA RECORD QUE FICA EM SALVADOR. POR ISSO NO COMEÇO DO VIDEO ELA CHAMA A REPORTER QUE ESTA NA CIDADE DE SALVADOR. ENTENDERAM?