sábado, 7 de abril de 2012

Artigo: Crentes duas Caras

Reproduzido do blog Icapuí, uma nação cujo Deus é o Senhor


Infelizmente, esse é um problema vivido hoje pela Igreja do Senhor e na Assembleia de Deus de Icapuí/ Ce – ADI não é diferente. A falta de convicção nas Escrituras e nos valores assentados pelo próprio Deus, além de uma displicência geral para com o pecado, tem gerado uma classe crescente de “crentes de duas caras”, ou seja, um “homem de ânimo dobre, inconstante em todos os seus caminhos” (Tg 1.8).

Durante um bom tempo a ADI, foi composta por vários membros que se diziam compartilhar do mesmo sentimento, pois partilhávamos as mesmas atividades. Trata-se de pessoas fáceis de lidar porque eles se adaptam bem em qualquer contexto. Onde as pessoas estão sérias e concentradas, eles agem assim. Onde há agitação, eles põem “lenha na fogueira”. Porém, onde há uma atmosfera crítica e as fofocas preenchem as conversas, eles se tornam fofoqueiros de plantão. Isso tem incomodado a Deus, já que sua igreja não estar composta por pessoas autênticas, mas por crentes de “duas caras” – talvez, no caso destes, mais de duas –, de modo que não são dignos de confiança.

Acontece que nós últimos seis meses, abateu-se uma tormenta sobre essa igreja, mas isso seria normal, afinal, a igreja mesmo sendo de Jesus Cristo, é composta por seres humanos que embora justificados de seus pecados, não estão isentos de cometer erros. Uma triste disputa pela presidência dessa Igreja, que até então tinha o Pastor Edilson como presidente, pois foi o fundador desse ministério na cidade, levou muitos crentes a se posicionarem a favor ou contra, e aí, foi quando se pôde perceber a verdadeira face de alguns. Faces essas desfiguradas pela dor, rancor, ódio, egoísmo, sede de poder e de vingança, fato triste e lamentável, pois o verdadeiro cristão tem apenas uma face: aquela que reflete Cristo.

Vou dizer a verdade: precisamos acabar com esse hábito pernicioso de utilizar duas caras dependendo da ocasião. Ouçamos e valorizemos as palavras de Tiago: “Seja o vosso sim  sim, e o vosso não não, para não cairdes em juízo” (Tg 5.12). É tempo de a igreja ter uma só cara, a do nosso Senhor, visto que “somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem” (2Co 3.18). E quem não quiser assumir as feições do Mestre, aquele que deu sua vida na cruz para nos salvar, que deixe as fileiras do exército terreno dos que viverão nos céus e passe a exibir somente uma face: a do mundo perdido. Mas se não quiser isso, segue, então, a santa orientação bíblica: “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração” (Tg 4.8).

Fonte: Blog Icapuí, uma nação cujo Deus é o Senhor !

3 comentários:

Rozângela disse...

Infelizmente, para muitas pessoas, ser evangélico virou título, ser crente virou moda. Não se enganem que dentro das igrejas está cheio de "crente" não convertido. Não importa a congregação, sempre têm aquelas pessoas que louvam, adoram a Deus, andam com a Bíblia debaixo do braço, aleluia pra cá, a paz do Senhor pra lá e obedecer a palavra de Deus, viver verdadeiramente a palavra, não faz. Aquele que é nascido de Deus, que se converteu de fato e de verdade, não fica com rém, rém, rém. Não tem adoração pelo Pastor da Igreja, nem pela Igreja, pois Deus é o único dígno de adoração. Não satisfaz aos desejos da carne, não se deixa levar pelo coração enganoso, mas se firma na VERDADE, na PALAVRA DE DEUS. Enquanto aqueles que se dizem filhos de Deus não se converterem verdadeiramente, coisas piores veremos dentro das igrejas. Não estou aqui julgando os evangélicos, os crentes, o único juiz é Deus. Mas que a gente possa refletir sobre o fato de estar na igreja correndo atrás de benção, esquecendo do abençoador e principalmente, da salvação. Portanto, convertam-se de fato e de verdade. Como diz a palavra de Deus, mais importa obedecer a Deus do que aos homens. Deus os abençoe. Que o Espírito Santo nos dê sabedoria e discernimento.

José Nicolau da Silva Neto disse...

Essa é uma constante em todos os municípios brasileiros!!!

CANTOR PAULO ROBERTO disse...

Ops! Pera ai. Quem escreveu esse artigo acertou em quase tudo, só cometeu um grave erro, talvez por não estar bem informado do inicio do Evangelho nesta cidade. Edilson NÃO fundou este ministerio em Icapui. E sim Pr. Pedro Ivo de Morada Nova, deixando em seguida o trabalho com o Irmão Antonio Jerôninmo(Ir Toinho) que passou para o Senhor agora dia 21 de Abril.